20 de set de 2011

Piores capas de discos do mundo - IV

Porra, eu sei que nos últimos dias o blog tem andado meio parado, sem nada de muito novo,  as postagens de ultimamente são aquelas de sempre: "Piores capas de discos, Trilha sonora do dia, etc.". Não é que não temos nada pra postar, é que, pelo menos no meu caso, falta um pouco de tempo para planejar coisas mais legais: estou trabalhando na indústria do carvão e chegando em casa todo fudido, todo sujo de carvão. E imagino que o Maikon também esteja com o tempo mais curto que o braço do Anão Chumbinho: o cara é professor e trabalha 24 horas por dia, imagina ter que aguentar trocentos mil alunos sebosos diariamente (claro que não é tão difícil como trabalhar na indústria do carvão, mas né, tem seu valor). Enfim...




Geralmente os discos de crust tem capas com desgraça, guerra, caos, com desenhos detalhados. Mas claro,  há exceções, como a capa desse disco do Cruel Face, que é tão feia e colorida que chega a ser engraçada : "Eu amo Desgraça" escrito com letra de novela da Record, fotinhos da natureza, um bebêzinho com a mão na boca, é muito humor sem-noção, imagino até que seja propositalmente horrível. Como disse o Maikon K, em sua resenha sobre esse disco no Mau Humor Zine #1 : "minha mãe iria gostar dessa capa".

Vale lembrar que quando analisamos capas de discos, não estamos criticando o conteúdo sonoro da banda. O som do Cruel Face, por exemplo, é coisa linda.

Por Victor B.

Nenhum comentário: